Sensual e diferente do nu, ensaio Boudoir é aposta de mulheres modernas

O ensaio Boudoir são fotografias feitas com mulheres que desejam apimentar a relação, presentear o marido ou até mesmo a si próprias. Sensualidade é o que não falta na hora dos cliques em frente à câmera. “O ensaio revela a intimidade da pessoa. Antes de iniciarmos a sessão, procuro encontrar com minha cliente e mostrar meu portfólio, explicando um pouco como funciona cada ensaio”, afirma a fotógrafa Gabi Butcher.

Ela comenta que o Boudoir (termo em francês que significa quarto feminino usado no século XIV onde as mulheres trocavam de roupa e tomavam banho) não tem como princípio o ensaio nu. “Tem mulheres que chegam tímidas e no final do ensaio propõem algumas fotos sem nenhuma peça. Mas a base do ensaio são fotos em que as mulheres expõem a sensualidade naturalmente, sem poses combinadas ou pré-estabelecidas. A nudez é implícita.”, explica a fotógrafa.

O uso de Photoshop também é vetado. Gabi Butcher explica que esses ensaios não têm como objetivo mostrar uma mulher de capa de revista feminina, mas sim a verdadeira mulher: com curvas às vezes mais ressaltadas, com os cabelos naturais e com o corpo natural, sem efeitos do computador. “As fotos são para as pessoas que mais têm intimidade com elas, seus parceiros. Seria estranho “photoshopar” as imagens e dar um produto final que não condiz com a realidade, com a verdadeira mulher. Todas nós temos celulites e estrias”, esclarece ela.

O ensaio é feito onde a mulher desejar. Muitas optam por motéis, na própria casa ou em estúdios fotográficos. Em média os ensaios duram quatro horas e o valor varia de acordo com a localidade da sessão.

Texto: Melina Souza
Fotos: Gabi Butcher